A Fixação de Colbert
2017-06-22 · 815 palavras

Stephen Colbert é um comediante americano e apresentador do programa de TV The Late Show. Em seus quase 2 anos apresentando o programa, Colbert consolidou um estilo extremamente próprio que eu só consigo descrever muito vagamente; seria algo como as entrevistas de Jô Soares + os stand ups de Fábio Porchat + o jornalismo de Willian Bonner.

Se você ainda não o conhece e não pretende mudar isso, eu vou te dar o resumo mais curto possível da sua rotina: ele tira sarro do Donald Trump.

Ele é um esquerdista bastante vocal e não tem medo de fazer piada com a pessoa que ele enxerga como um maluco liderando seu país. Concorde ou não com ele, você precisa admitir que ele é bem engraçado…

Mas mesmo sabendo que Colbert é conhecido por fazer piada com o presidente dos EUA, assistindo a seu programa no YouTube comecei a achar que talvez ele falasse um pouco demais sobre Trump. No fim eu não consegui me segurar e tive que fazer a pergunta: quanto, de fato, Stephen Colbert fala sobre Donald Trump?

Resposta curta: muito, tipo, muito.

Resposta longa:

Quanto exatamente?

Na minha busca para encontrar a resposta, o primeiro passo era coletar as transcrições do seu programa. Eu criei um script que baixou a legenda de mais ou menos um terço (990 para ser preciso) dos vídeos de seu canal do YouTube e decidi que essa era uma amostra grande o suficiente.

O segundo passo era limpar as legendas. Elas estavam cheias de símbolos (como notas musicais), indicadores de quem estava falando e ações da platéia (palmas, gritos, …) que tinham que ser removidos para que ficássemos apenas com a informação relevante. Outro passo importante na mineração de texto é se livrar das palavras vazias (coisas como “o”, “a”, “um”, etc.), então eu fui em frente e fiz isso também.

Depois que acabei os procedimentos descritos acima, eu ainda tinha mais de 260.000 palavras de áudio transcrito! E ainda que isso tudo não é 100% Colbert falando, é o suficiente para que tenhamos uma boa estimativa do conteúdo de seu programa.

A primeira coisa que eu queria saber era quais palavras ele mais fala. Dê uma olhada na vencedora…

É isso mesmo, excluindo palavras vazias, o termo mais usado no seu programa foi “Trump”. Ele apareceu nas legendas 3252 vezes, chegando a 1,2% de todas as palavras não-vazias. Se considerarmos a nossa amostra como representativa dos mais de 2600 vídeos em seu canal do YouTube e assumirmos que metade de todo programa é disponibilizado online e que ele é a pessoa falando 3/4 do tempo, concluímos que Stephen Colbert falou “Trump” mais de 12.000 vezes em seu programa!

Mas só porque ele fala a palavra “Trump” tantas vezes, isso não quer necessariamente dizer que ele fala muito sobre o Trump. Para descobrir se todas essas 12.000 citações são simplesmente referências sem contexto, eu tive que usar uma técnica mais complexa chamada modelagem de tópico.

Mas de verdade…

De acordo com a Wikipedia, um modelo de tópico é “um tipo de modelo estatístico usado para descobrir os ‘tópicos’ abstratos que ocorrem em uma coleção de documentos”. O modelo que escolhi se chama Alocação Latente de Dirichlet (LDA) e o ajustei para que ele procurasse 2 tópicos no nosso conjunto de textos.

Como esperado, o modelo foi capaz de dividir as palavras de Colbert em dois temas principais: entrevistas e política. Podemos ver isso dando uma olhada nas palavras que o modelo considerou mais características de cada tópico.

De forma simples, a “razão dos logs” na abscissa de cada gráfico indica se um termo aparece mais em um tópico do que no outro; quanto mais negativo o valor, mais o termo apareceu no tópico A e não no tópico B e vice-versa.

O tópico A é claramente sobre política: outros termos desse tópico não mostrados no gráfico são “campaign”, “tax” e “republicans”. O tópico B por outro lado é mais representado pelas conversas de Colbert com seus convidados: outros termos incluem “comedy”, “song” e “band”.

Mas você pode estar se perguntando para onde foi a palavra “Trump”… Ela não aparece nesses gráficos porque não existe um tópico em que ela apareça muito mais que no outro! Com isso, podemos concluir que, não somente Colbert fala muito a palavra “Trump”, mas também que o presidente dos EUA é um assunto constante no programa mesmo quando consideramos apenas as conversas com convidados.

Isso é Trump o suficiente para você?


Posts · Ensino · Sobre · 🇺🇸English